Caracterização do Estádio de Inovação Tecnológica em Saúde em Portugal

6 de Junho de 2010 / Sem Comentários Bookmark and Share

aps

A Caracterização do Estádio de Inovação Tecnológica em Saúde em Portugal é uma análise temática integrada no estudo publicado pela Associação Portuguesa de Seguradores, em Novembro de 2009, sobre Os Seguros de Saúde Privados no Contexto do Sistema de Saúde Português. Esta foi realizada pela equipa coordenada por Ana Pascoal e Sara Carrasqueiro.

Este estudo principal está dividido em 2 grandes secções, sendo a primeira a cargo de Sofia Silva que descreve o Sistema Nacional de Saúde em Portugal e algumas diferentes experiências na Europa, assim como uma perspectiva evolutiva num horizonte longo (5–10 anos) e a possível inserção do sistema segurador nesse sistema.

E numa segunda parte onde são apresentados quatro trabalhos adicionais sobre temáticas concretas com potencial impacto no desenvolvimento do sector segurador na área da Saúde, nomeadamente a Moderna Genética de Doenças: Previsibilidade do Risco a cargo de António Coutinho e Carlos Penha-Gonçalves; O Relevo da Ética e da Informação na Relação Cidadão, Médico, Seguradora tendo como autores João Lobo Antunes e Maria do Céu Rueff; Caracterização do Estádio de Inovação Tecnológica em Saúde em Portugal realizado por Ana Pascoal e Sara Carrasqueiro; Dependência: O Financiamento dos Custos e o Contributo da Actividade Seguradora por Eugénio Ramos.

Segundo a equipa de investigação, o estudo temático sobre Caracterização do Estádio de Inovação Tecnológica em Saúde em Portugal debruçasse sobre a análise e caracterização do desenvolvimento das tecnologias para a saúde, com enfoque num conjunto de tecnologias seleccionadas com base em critérios de inovação, benefício e custo. É também considerado o desenvolvimento no contexto internacional caracterizando assim os aspectos relevantes sobre o contexto português e os seus impactos no Sistema de Saúde Português e, em particular, na actividade seguradora.

Procuraram também identificar acções de implementação fomentadoras de melhorias ao nível da qualidade dos serviços prestados aos segurados, da utilização racional e optimizada da tecnologia e da redução dos gastos com a saúde.

Para visualizar na integra o estudo referente a esta temática utilize a área documento de apoio que se segue.

Documento de apoio:

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*