CMLoures: Promoção da Saúde e Estratégias Locais

4 de Janeiro de 2011 / Sem Comentários Bookmark and Share

Contributo enviado pelo Gabinete de Saúde, Câmara Municipal de Loures, 17/12/2010

CMLouresOs documentos analisados, nomeadamente “Cidadania e Saúde”, “Cuidados de Saúde Primários” e “Equidade e Acesso aos Serviços de Saúde” apontam como estratégia para a obtenção de Ganhos em Saúde a estimulação e cooperação de parcerias entre os diferentes sectores e níveis da sociedade.

Entendemos que as Autarquias têm um papel de grande relevo, tendo em conta, o conhecimento das realidades locais, tais como necessidades e oportunidades para a Promoção da Saúde e Qualidade de Vida das populações, pelo que o reforço das parcerias ao nível dos Cuidados de Saúde Primários e as Autarquias potenciará mais e melhor saúde para as comunidades locais.

São identificadas áreas prioritárias de acção ao nível dos cuidados de saúde primários, nomeadamente a cessação tabágica; comportamentos alimentares, saúde mental, saúde sexual e reprodutiva e saúde oral.

Consideramos serem áreas de grande relevância para a população e com impactos elevados na saúde e qualidade de vidas das populações.

Consideramos que a informação e o conhecimento em Saúde são fundamentais, daí a importância de reforçar a implementação de estratégias locais para a promoção da Literacia em Saúde.

Melhorar o acesso aos serviços e a capacidade de resposta destes, com qualidade.

Consideramos ser determinante a constituição a nível local de grupos de identificação dos factores promotores de iniquidades, dos grupos alvo da intervenção e das estratégias para minimizar a iniquidade.

Consideramos que as Autarquias podem dar um forte contributo ao nível da Prevenção Primária, desenvolvendo acções integradas e articuladas que fomentem a mudança dos hábitos e comportamentos da população e na promoção de estilos de vida saudáveis.

Realçamos a importância do desenvolvimento de estratégias locais que promovam a participação da sociedade civil em articulação com os serviços de saúde, de forma a reforçar o Poder e a Responsabilidade do Cidadão em contribuir para a melhoria da saúde individual e colectiva, permitindo uma maior equidade e acessibilidade aos serviços de saúde, garantido assim a melhoria dos indicadores de saúde.

A definição clara de estratégias locais de saúde que favoreçam a inovação e a mudança junto dos cidadãos e profissionais apresenta-se como o meio para a efectiva implementação do PNS.

Para a realização dos objectivos do PNS consideramos de grande importância a definição de estratégias locais de saúde que contemplem metas, parceiros, acções e recursos de modo a alcançar um melhor estado de saúde para as populações, criando redes locais que potenciem discussões e tomada de consciência das áreas prioritárias a desenvolver localmente.

Consideramos que o Plano Nacional de Saúde, como documento estratégico para a acção local e nacional, desempenha um papel orientador e integrador no desenvolvimento das actividades conducentes á obtenção de ganhos em saúde e melhoria da qualidade de vida das populações, sejam elas do sector público, privado e sociedade civil.

O PNS deverá ser um instrumento para reforçar a promoção da cidadania, as politicas públicas saudáveis, da equidade e acessibilidade aos cuidados de saúde, bem como a articulação entre as várias estruturas da comunidade.

No âmbito da actividade desenvolvida pela Autarquia na área da Saúde a “Promoção da Saúde” é por excelência aquela através da qual consideramos que se obtêm ganhos em saúde, bem como, aquela que nos permite aumentar a qualidade de vida das populações, nomeadamente aquelas que vivem em condições de vida mais adversas e menos favoráveis.

Gabinete de Saúde (Câmara Municipal de Loures)

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*