CMLoures: A Aposta na Promoção da Saúde

21 de Julho de 2010 / Sem Comentários Bookmark and Share

Contributo enviado por Gabinete de Saúde, Câmara Municipal de Loures, 07/06/2010

CMLoures1. Em que áreas e como podem os Portugueses obter mais ganhos em saúde de forma sustentável?

Consideramos que a área da Promoção da Saúde é por excelência aquela através da qual se obtêm de ganhos em saúde, bem como, aquela que nos permite aumentar a qualidade de vida das populações, nomeadamente aqueles que vivem em condições de vida mais adversas e menos favoráveis.

Como estratégia para a obtenção de Ganhos em Saúde, pensamos:

» Deve ser estimulada a cooperação e as parcerias entre os diferentes sectores e níveis da sociedade;

  • Identificar áreas prioritárias de acção;
  • Permitir a consulta e participação equilibrada de todos, a fim de promover um maior conhecimento e participação individual e colectiva na tomada de decisões.
  • Melhorar a gestão da informação;
  • Melhorar o acesso aos serviços e a capacidade de resposta destes, com qualidade;
  • Desenvolvimento de acções concertadas que conduzam á Promoção da Saúde e Prevenção da Doença.

» Para a obtenção de ganhos em saúde o empowerment e a participação comunitária são fundamentais na abordagem da promoção da saúde, são a base do desenvolvimento sustentável da Saúde.

2. Que expectativas possui relativamente ao PNS 2011- 2016? Como é que este pode ser útil na obtenção de mais valor em Saúde?

Consideramos o Plano Nacional de Saúde um instrumento estratégico fundamental para a obtenção de Ganhos em Saúde e para a sustentabilidade da Saúde.

O Plano Nacional de Saúde como documento estratégico desempenha um papel orientador e integrador no desenvolvimento das actividades conducentes á obtenção de ganhos em saúde e melhoria da qualidade de vida das populações, sejam elas do sector público, privado e sociedade civil.

Consideramos igualmente, de grande importância que este documento estratégico contenha linhas de orientação que passe pelos seguintes vectores de acção:

  • O desenvolvimento de programas e projectos intersectoriais aos vários níveis da sociedade;
  • Apostar na promoção da saúde baseada na acção comunitária;
  • Reforço da dimensão do cidadão na politicas globais de saúde;
  • Promover uma maior participação de cada individuo na tomada de decisões relativamente á sua própria saúde;
  • Apoiar financeiramente projectos locais de desenvolvimento em saúde, promovidos por entidades públicas ou privadas

3) Como é que o PNS 2011-2016 pode apoiar a missão da vossa instituição na obtenção de ganhos em saúde de forma sustentável?

A Câmara Municipal de Loures possui um Gabinete de Saúde que tem como missão:

  • Implementar, monitorizar a avaliar acções e projectos na área da promoção e educação para a saúde, em articulação com programas locais e nacionais e agentes de desenvolvimento, fortalecendo a rede de parcerias e melhorando os mecanismos de recolha e acesso à informação.
  • Para a prossecução da nossa Missão, consideramos o PNS um instrumento estratégico e orientador das actividades e que poderá facilitar a colaboração entre os vários sectores, no desenvolvimento de acções concertadas e na rentabilização de recursos de cada um deles.

No âmbito da nossa actividade, julgamos que o PNS, é um documento essencial para intensificar a colaboração intersectorial com o objectivo de desenvolver a saúde de forma sustentável.

Para além do referido, entendemos o PNS como um documento que nos permite fundamentar a nossa intervenção, facilitando assim, a decisão politica e angariação de parcerias / apoios.

4. Como é que os resultados da vossa instituição na obtenção de ganhos em saúde, podem ser percebidos, medidos e valorizados?

O nosso trabalho situa-se ao nível da Prevenção Primária, desenvolvendo-se continuadamente no tempo, centrando-se no desenvolvimento de competências, na alteração dos hábitos e comportamentos da população e na promoção de estilos de vida saudáveis, pelo que, a mensurabilidade dos resultado do impacto da nossa acção na saúde da população do Concelho, só poderá ser efectuada a médio / longo prazo.

Em 2008 apostámos na realização de um diagnóstico concelhio na área da saúde junto da população, para perceber as suas reais necessidades, nesta área e deste modo direccionar a actividade do serviço para estas.

Pretendemos no futuro cruzar os resultados deste diagnóstico com o futuro PNS, de modo a implementarmos concertadamente acções que contribuam para obtenção de ganhos em saúde de forma sustentável.

A avaliação dos projectos que desenvolvemos tem sido efectuada através:

  • Dados quantitativos de saúde (resultados das avaliações, idade, sexo, grau de escolaridade, situação profissional, origem, zona de residência, entre outros)
  • Grau de participação e envolvimento da população abrangida;
  • Grau de participação e envolvimento dos parceiros;
  • Interesse dos participantes nos projectos/acções desenvolvidas;

Pretendemos implementar na nossa acção de forma sistemática a Avaliação do Impacto em Saúde, tendo em conta que, esta metodologia nos permitirá medir de uma forma mais exacta o grau de eficácia da nossa intervenção.

Gabinete de Saúde (Câmara Municipal de Loures)

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*