CMOdivelas: Concelho Saudável no Sector da Saúde

20 de Julho de 2010 / Sem Comentários Bookmark and Share

Contributo enviado por Paula Ganchinho, Câmara Municipal de Odivelas, 02/06/2010

CMOd1. Em que áreas e como podem os Portugueses obter mais ganhos em saúde de forma sustentável?

» Prevenção e Controlo das Doenças Crónicas
– Obesidade
– Doenças Cardiovasculares
– Doença Pulmonar Obstrutiva Crónica
– Doenças Oncológicas

» Prevenção e Controlo das Doenças Infecciosas
– VIH/SIDA
– Infecções Sexualmente Transmissíveis

» Educação para a Saúde
– Estratégias de Intervenção em Meio Escolar (a escola enquanto espaço privilegiado de Promoção de Estilos de Vida Saudáveis e de Prevenção de Comportamentos de Risco)
– Capacitação e Responsabilização dos Cidadãos

2. Que expectativas possui relativamente ao PNS 2011-2016? Como é que este pode ser útil na obtenção de mais valor em saúde?

É expectável que o próximo PNS, com base nas necessidades identificadas por via de contributos e de outros meios de diagnóstico, elabore novas estratégias, defina indicadores e metas reais e exequíveis, com menção de limites temporais. Deverá compreender a criação de novos Programas Nacionais e a redefinição dos já existentes, de modo a que sejam eficientes e eficazes. Os mesmos deverão ser permanentemente monitorizados e avaliados, visando a
sua adequação às metas definidas. O PNS, em si, deverá ser um documento acessível, objectivo e promotor da literacia em saúde e respectiva capacitação dos cidadãos. Entende-se que o aumento do acesso à informação é indispensável para que cada indivíduo possa, de forma sustentável, promover a sua saúde em termos individuais e nos contextos familiar, escolar e laboral.

3. Como é que o PNS 2011-2016 pode apoiar a missão da vossa instituição na obtenção de ganhos em saúde de forma sustentável?

O Município de Odivelas, com competências definidas na área da Educação para a Saúde, desenvolve actividade no âmbito da Prevenção Primária e Secundária nas áreas indicadas na resposta à questão 1. Entende-se que o
PNS, ao considerar as áreas referidas como prioritárias, estará a reforçar a legitimidade da intervenção do Município de Odivelas enquanto entidade local, detentora do conhecimento real das questões e necessidades de saúde da sua
comunidade e respectivo território e, concomitantemente, enquanto promotor de parcerias e de inter-relações com instituições e agentes locais, regionais e nacionais, ligados aos vários determinantes sociais da saúde.

4. Como é que os resultados da vossa instituição, na obtenção de ganhos em saúde, podem ser percebidos, medidos e valorizados?

O Município de Odivelas, enquanto Concelho Saudável, efectua a monitorização e avaliação contínuas da actividade desenvolvida, no âmbito das suas competências na área da Educação para a Saúde, bem como por via do Plano Municipal de Saúde, onde são monitorizados todos os determinantes sociais da saúde ao nível local e são definidas metas e recomendações neste âmbito, sustentadas no PNS, com carácter bienal. Simultaneamente, também com periodicidade bienal, é efectuado o diagnóstico do estado de saúde do concelho por via da elaboração do Perfil de Saúde.

Paula Ganchinho (Chefe de Divisão de Saúde e da Prevenção das Toxicodependências,Câmara Municipal de Odivelas)

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*