Educação e Promoção de Saúde na Prostituição

31 de Maio de 2010 / Sem Comentários Bookmark and Share

estudoEducação e Promoção de Saúde na Prostituição: (Re)Estruturar Estratégias de Intervenção nas Ruas do Porto

Este estudo de Rafaela Carina Viana Pires, tendo como orientadora a Professora Doutora Isabel Menezes, engloba a sua dissertação para obtenção do grau de Mestre em Ciências da Educação, Especialização em Educação e Diversidade Cultural, apresentada na Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto.

Resumo

Actualmente, diversas mudanças sociais, culturais, económicas, geram ameaças à saúde das pessoas (Dias, 2006) que justificam intervenções de Promoção e Educação para a saúde, em que os “destinatários” dos projectos deixam de ser vistos como meramente “consumidores”, mas devem ser envolvidos como “co-autores”.

A partir de um projecto de intervenção já existente – o ‘Porto Escondido’ da responsabilidade dos Médicos do Mundo do Porto (MDM) – no qual uma das principais actividades de intervenção passa pela Educação e Promoção de Saúde, tendo em vista a redução de riscos/minimização de danos, surgiu a ideia de realizar uma investigação junto de uma das populações que este projecto abrange, que são as pessoas que exercem prostituição (PEP’S) nas ruas do Porto.

O objectivo deste estudo é avaliar os dispositivos correntes de Promoção de Saúde e sexo seguro no âmbito da prostituição a partir das perspectivas de pessoas que exercem prostituição nas ruas da cidade do Porto.

Partindo de um modelo de investigação colaborativa, foram realizadas entrevistas com pessoas que exercem prostituição no sentido de percepcionar o grau de relevância que atribuem ao exercício de sexo seguro e as estratégias que consideram mais eficazes para a promoção da sua saúde.

Os dados são discutidos numa perspectiva de redução de riscos/minimização de danos que valoriza o envolvimento das populações no desenho e implementação de estratégias de intervenção para a promoção e educação para a saúde.

Visualize documento:

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*