Opinião: Envelhecimento Activo

27 de Abril de 2010 / 1 Comentário Bookmark and Share

Contributo enviado por Cristina Melo, 09/04/2010

opiniaoO envelhecimento activo começa com a educação para a saúde e  prevenção desde criança. No entanto a partir dos 50 anos e para incentivar a um envelhecimento activo, seria importante que todas as instituições que envolvem a comunidade (Juntas de freguesia, associações de moradores, outras associações, as paróquias etc.) tivessem profissionais competentes como sejam os Fisioterapeutas, que conhecem bem as patologias a prevenir ou a melhorar durante o processo fisiológico de envelhecimento. Muitos são os  programas existentes para a 3ª idade, não sendo no entanto adaptados nem ao envelhecimento muscular, articular, neurológico, nem ao próprio indivíduo. A importância de realizar levantamentos de necessidades nas diferentes comunidades com o intuito de implementar programas de educação para a saúde e prevenção, com exercícios específicos para cada população que está a envelhecer, é premente.

Cristina Melo

Um comentário sobre “Opinião: Envelhecimento Activo

Comentar ou contacte-nos via Twitter @pns

  1. Na sequência do comentário efectuado, penso que será extremamente pertinente investir-se efectivamente no reforço das equipas das UCC (unidades de cuidados na comunidade) com fisioterapeutas e terapeutas ocupacionais de modo a estimular a mobilidade dos utentes quer no domicílio quer na comunidade aumentando assim a sua autonomia e consequentemente a sua qualidade de vida.
    O trabalho desenvolvido por estes profissionais, em conjunto com restantes elementos da equipa, constituiria uma mais valia para o reforço das competências dos cuidadores formais e informais.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*