Opinião: O Papel do Fisioterapeuta na Prevenção de Doenças Músculo-Esqueléticas

15 de Junho de 2010 / Sem Comentários Bookmark and Share

Contributo enviado por Andreia Sara Rocha, 25/05/2010

opiniaoO Papel do Fisioterapeuta na Prevenção de Doenças Músculo Esqueléticas em Contexto Laboral

Um estudo publicado no Hospital do Futuro (http://www.hospitaldofuturo.com/novidades_noticia.asp?noticiaId=653, a 3 de Julho de 2009) refere que “em Portugal, mais de 48% das ausências laborais por doença músculo-esquelética duram 21 dias ou mais, o dobro da média europeia, mas a situação pode ser evitada pela intervenção precoce. A conclusão é do estudo «Fit for Work: Doenças músculo-esqueléticas e Participação no Mercado de Trabalho», desenvolvido pela The Work Foundation, uma organização sem fins lucrativos. O estudo examinou quatro sintomas: dores musculares (afectam 31% dos trabalhadores portugueses), lesões de origem laboral nos membros superiores (afectam 29% das pessoas), a artrite reumatóide (cerca de 25% das pessoas deixa de trabalhar ao fim de cinco anos depois do diagnóstico) e as espondiloartropatias (doença reumática, crónica e progressiva que afecta sobretudo a coluna, mas também articulações, tendões e ligamentos)”.

Sugere-se aqui o papel do Fisioterapeuta na prevenção das doenças músculo-esqueléticas. O Fisioterapeuta “trata e/ou previne perturbações do funcionamento músculo-esquelético, cardio-vascular, respiratório e neurológico. A sua intervenção processa-se numa perspectiva bio-psico-social. Desenvolve acções e colabora em programas de saúde primários, secundários e terciários.”

Numa óptica de promoção da saúde fará sentido a integração dos mesmos em Empresas e em Instituições que zelam pelas condições de trabalho.

Salienta-se a importância de avaliação de custos directos e indirectos da doença e estudos prospectivos que avaliam o impacto na vida laboral do absentismo resultante das doenças músculo esqueléticas.

Andreia Sara Rocha

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*