Opinião: Formação dos Profissionais um Ganho em Saúde

30 de Julho de 2010 / Sem Comentários Bookmark and Share

Contributo enviado por Ana Marçal, Carmo Carnot, Fátima Contreiras, Lina Borges, 21/06/2010

OpiniaoCom a elaboração do PNS 2011/2116 pretendem-se obter orientações estratégicas e medidas que permitam obter ganhos em saúde de uma forma contínua, apoiando-se as mesmas na Base II da lei de Bases da Saúde de Agosto de 1990 e no 64º artigo da  Constituição da   República Portuguesa de Agosto de 2005.

Os ganhos em saúde traduzem-se na gestão dos recursos disponíveis por forma a obter deles o maior proveito social e a evitar o desperdício ou utilização indevida dos serviços.

Na definição das estratégias procuram-se as melhores opções; são elaboradas recomendações sob a visão de peritos. É promovida a participação da comunidade na tentativa de inserir os cidadãos na construção das medidas.  Da mesma forma recomenda-se o envolvimento dos profissionais.

Pensamos que se deverá, então, dar ênfase à formação dos profissionais de saúde, sejam eles da prestação de cuidados, do ensino ou da investigação. Daqui provirão ganhos para a saúde reportados por uma maior qualidade dos cuidados oferecidos.

Surge-nos ser pertinente a recomendação referente à criação de bolsas de estudos para profissionais de saúde, não só no âmbito da investigação mas também para a formação, o que estaria perfeitamente enquadrado no respeito pelo princípio da universalidade já que os custos deste tipo de formação não são acessíveis a todos.

Ana Marçal, Carmo Carnot, Fátima Contreiras, Lina Araújo (Grupo de Enfermeiras)

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*