Opinião: Prioridades do PNS

31 de Março de 2010 / 1 Comentário Bookmark and Share

Contributo enviado por Célia Pedras, 14/03/2010

nuvensEm primeiro lugar gostaria de congratular a organização do 3º Fórum Nacional de Saúde pelas excelentes apresentações. Gostaria também de responder ao vosso convite à participação activa no planeamento estratégico da saúde e, por isso, gostaria de dar a minha opinião sobre as prioridades do Plano Nacional de Saúde 2011-2016.

As minhas sugestões são:

Criar condições para a existência e funcionamento efectivo do Serviço de Saúde no Trabalho em todas as instituições e entidades empregadoras.

  • Esta será uma forma de apostar na prevenção, já que todos os trabalhadores terão fácil acesso a vigilância da saúde. Será também uma forma de descongestionar o SNS já que só em caso de necessidade seriam encaminhados para o SNS. Importa, ainda, apostar na melhoria da articulação entre todos os Serviços de Saúde no Trabalho e o SNS.

Criar condições para que todos os utentes que aguardam consulta de especialidade e/ou cirurgia há mais de 1 ano possam seleccionar, livremente, outra instituição, publica ou privada.

  • Criar, ainda, a oportunidade do utente seleccionar o médico e cirurgião que pretende.

Criar condições para que a maioria da população idosa seja cuidada pela família.

  • Medidas como: reforma antecipada dos cuidadores informais, subsídios de assistência para aqueles que optam por cuidar de familiares idosos, boa articulação entre cuidadores e profissionais de saúde de forma a manter vigilância de saúde, segura, no domicílio.
  • Terá que existir maior aposta por parte dos profissionais de saúde na informação e acompanhamento aos cuidadores informais e idosos não institucionalizados.

Investir os escassos recursos na tecnologia e equipamento necessário sem esquecer o investimento nos recursos humanos.

  • De nada servem excelentes instalações e equipamentos, sem os recursos humanos adequados e sem profissionais saudáveis, motivados e felizes. O maior investimento pode passar por: contratação do número adequado de profissionais; possibilitar aos profissionais ensinos clínicos em outras instituições como forma de desenvolvimento, promovendo a melhoria da qualidade dos cuidados; e, obviamente, melhores vencimentos.

Célia Pedras

Um comentário sobre “Opinião: Prioridades do PNS

Comentar ou contacte-nos via Twitter @pns

  1. Concordo com o exposto neste comentário.
    Penso que é muito importante retratar neste PNS a necessidade de apoiar os cuidadores informais, financeiramente, para cuidarem dos seus idosos dependentes. Como todos sabemos neste momento o estado paga a famílias de acolhimento para cuidarem de idosos, no entanto não financia a própria família para cuidar dos seus idosos, o que leva a que estes mesmos idosos dependentes estejam entregues aos cuidados de outras famílias que não a sua própria família. A grande maioria das famílias portuguesas não têm recursos financeiros para assegurarem os cuidados em casa, pondo em causa o seu próprio emprego.

    Relativamente ao sector social, penso que o PNS deve conter medidas estratégicas que apoie este sector e que promova os seus serviços no sentido de colmatar as lacunas do SNS. Existem instituições de saúde no sector social com recursos humanos e equipamentos capazes de dar resposta a diversas situações, nomeadamente na recuperação da lista de espera para cirurgia do SNS, consultas de especialidade, cuidados continuados, etc.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*