Opinião: Propostas de orientações

29 de Julho de 2010 / Sem Comentários Bookmark and Share

Contributo enviado por Clara Soares, Maria Céu Relvas, Teresa Anjos, Teresa Gonelha, Escola Superior de Saúde do Instituto Politécnico de Setúbal, 28/06/2010

OpiniaoApós a leitura do artigo 64º da Constituição da República Portuguesa que define a importância de “todos têm direito à protecção da saúde e o dever de a defender e promover” e, articulando com a lei de Bases da Saúde – Base II, que enumera as directrizes da Politica da Saúde. Consideramos importante e fundamental integrar nos objectivos do Plano Nacional de Saúde 2011-2016 a alínea h) e a alínea i) da lei de bases da saúde.

Propomos:

– Educação/Orientação da população para a promoção da saúde e prevenção da doença em todos os ciclos de vida.

– Estimulação dos profissionais de saúde para a formação e investigação com o envolvimento da comunidade, com o objectivo de obter ganhos em saúde.

– Orientações estratégicas para ganhos em saúde aumentando o nível de saúde.

– Promoção e educação para a saúde peri-natal.

– Formação e prevenção da doença na saúde escolar (obesidade, tabagismo, consumo de drogas, alimentação saudável, prática de exercício físico).

– Marketing para redução das DST.

– Investimento na segurança no trabalho.

– Melhorar apoios sociais aos idosos.

Clara Soares, Maria Céu Relvas, Teresa Anjos, Teresa Gonelha (Escola Superior de Saúde do Instituto Politécnico de Setúbal)

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*