SPO: Educação para a Saúde Visual

1 de Julho de 2010 / Sem Comentários Bookmark and Share

Contributo enviado por António Travassos, Sociedade Portuguesa de Oftalmologia, 28/05/2010

SPONo âmbito do contributo da Sociedade Portuguesa de Oftalmologia (SPO) para o Plano Nacional de Saúde, sugere as seguintes medidas:

1.       Patologias Alvo tratáveis precocemente têm tratamento, e que pela sua frequência têm um grande impacto

  • Individual
  • Social
  • Económico

– Ambliopia na criança

– Retinopatia diabética

– Glaucoma

Informar e sensibilizar através de:

  • Autoavaliação da função visual das crianças através do programa informático instalado no computador Magalhães
  • Criar páginas de e-learning com áreas de acesso diferenciadas:

– População

– Centros de especialidades médicas, especialmente clínicas gerais

– Oftalmologistas

  • Programas promovidos pelas ARS e SPO de acções de formação para clínicas gerais
  • Promover o intercâmbio de oftalmologia com outras especialidades (especialmente endocrinologia, medicina interna, reumatologia, geriatria, pediatria) – em Congressos, protocolos científicos, acções de formação.

2.       Educação para a saúde visual

– Reduzir o número de problemas de saúde da visão não diagnosticados

– Reduzir a incidência e prevalência de patologias com potencial de cegueira

– Reduzir a incapacidade visual funcional da população

3.       Criação de uma base de dados nacional de patologias oftalmológicas

– Apoiar a criação e divulgação de e-learning com áreas de acesso diferenciado

— a oftlamologistas

— outras especialidades médicas

— população em geral

4.       Criação de um centro de observação em oftalmologia (Observatório)

António Travassos (Presidente da Sociedade Portuguesa de Oftalmologia)

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*